Asilo marcou presença em evento de conscientização da violência contra a pessoa idosa

Representantes de entidades que atuam pelos direitos da pessoa idosa em Curitiba estiveram reunidos no dia 15 de junho, Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, em um evento realizado para dar visibilidade para esta importante data. O evento foi promovido pela Secretaria da Família e Desenvolvimento Social, no Palácio das Araucárias, contando com palestras e apresentações culturais.

A Ação Social do Paraná, entidade mantenedora do Asilo São Vicente de Paulo, esteve presente no evento, representada pela coordenadora do Centro Dia, Cláudia Hernandez, e pelo conselheiro José Araujo da Silva. O conselheiro realizou uma fala durante o encontro, trazendo um panorama de como a sociedade tem olhado para a a pessoa idosa: “em 2017 a violência contra pessoas idosas gerou 33.133 denúncias e 68.870 violações. A maior parte dos casos, 76,3%, ocorre na casa da própria pessoa idosa”, apresentou o conselheiro, trazendo também dados locais: “O Brasil tem 27.708.532 pessoas idosas, o Paraná tem 1.603.048 pessoas idosas e Curitiba comparece com 197.636 pessoas idosas”.

A partir deste panorama, Araújo explicou a importância da data de conscientização para o enfrentamento à violência contra a pessoa idosa: “ações educativas e preventivas voltadas para o combate à violência contra a pessoa idosa são urgentes e necessárias para a garantia de um envelhecer com dignidade e justiça”.

A palestra magna do evento foi realizada por Maria Célia de Abreu, doutora em psicologia, e escritora do livro “Velhice: Uma Nova Paisagem”. Ela destacou que o preconceito e as falsas crenças sobre a pessoa idosa decorrem do desconhecimento, como associação da velhice com doença e com deterioração. “O Brasil está envelhecendo e nós não sabemos como é esse ‘novo velho’”, explicou a psicóloga.

Para a psicóloga, o melhor caminho para valorizar esse público é dialogar sobre o assunto, com ações públicas sobre o tema.

Com informações de desenvolvimentosocial.pr.gov.br. Fotos: Rogério Machado/SECS