Verão exige cuidados especiais com a hidratação de crianças e idosos

O aumento das temperaturas no verão faz com que nosso organismo perca mais água. Além disso, a baixa umidade, aliada às altas temperaturas, causa aquela sensação de “secura” na garganta. Com isso, os cuidados com a hidratação devem ser maiores, especialmente com crianças e idosos.

A quantidade de água que precisamos ingerir diariamente é variável, pois depende de fatores como a idade e o peso da pessoa, a atividade física que ela realiza e o clima e a temperatura do ambiente onde ela vive. Em geral, recomenda-se quatro a seis copos ao dia para crianças e seis a oito para adultos (aproximadamente dois litros).

Nas unidades atendidas pela Ação Social do Paraná – Asilo São Vicente de Paulo e o Centro de Educação Infantil Bom Pastor – existe uma atenção especial com a hidratação das crianças e das idosas. No Asilo, a equipe do Setor de Nutrição está sempre atenta às necessidades das moradoras e chega a disponibilizar água saborizada para estimular o consumo. No CEI, além dos bebedouros disponíveis as crianças são incentivadas a beber água com frequência.

 

Dicas para manter a hidratação
  • Ofereça frequentemente líquidos para as crianças e os idosos;
  • Faça cubinhos de suco de fruta ou água de coco para incrementar as bebidas;
  • Aromatize a água com gotas de frutas (como limão e abacaxi) ou folhas de hortelã para ficar mais refrescante;
  • Sucos, chás gelados e água de coco (agrega minerais importantes, como o potássio, que são perdidos pela transpiração) também são boas opções;
  • Evite copos grandes e cheios. Prefira copos pequenos e com pouca quantidade, várias vezes ao dia;
  • Mantenha as bebidas que as crianças mais gostam próximas, de preferência em copos inquebráveis fáceis de segurar e difíceis de virar. Para estimular a hidratação você pode usar copos atrativos;
  • Mantenha as bebidas em uma temperatura moderada, ou seja, nem quentes demais, nem geladas demais;
  • Ofereça também alimentos ricos em líquidos como frutas aquosas (melancia, melão e laranja), sopas, picolés ou gelatinas;
  • É recomendado evitar os refrigerantes, pois eles possuem substâncias como sódios e corantes que não ajudam a hidratar o corpo;
  • Reduza o consumo de sal, pois ele retém líquidos e pode desidratar as células;
  • Se a pessoa apresentar sinais de desidratação procure um profissional de saúde.