Dia de combate à violência contra idosos alerta para proteção durante pandemia

O Dia Mundial de Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa, celebrado em 15 de junho. foi oficialmente instituído em 2011 pela Organização das Nações Unidas (ONU), a pedido da Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa, a qual estabeleceu a comemoração em 2006.

No Brasil, o Estatuto do Idoso (Lei 10.741/2003) considera violência contra a pessoa idosa qualquer ação ou omissão que lhe cause morte, dano ou sofrimento físico ou psicológico.

A pandemia da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus, obrigou as pessoas acima de 60 anos a ficarem confinadas em suas casas como medida de prevenção ao contágio, por estas se encontrarem nos chamados “grupos de risco”. Consequentemente, violações como abandono e violência doméstica tendem a aumentar. Por isso, é importante conhecer quais são os tipos de violações de direitos sofridas pelas pessoas idosas e como denunciar.

 

Tipos de violência

Os abusos psicológicos, abusos financeiros, negligência, abusos físicos e os abusos sexuais estão entre as violações mais comuns. O abuso psicológico inclui comportamentos que prejudicam a autoestima ou o bem-estar do idoso, entre eles xingamentos, sustos, constrangimento, destruição de propriedades ou impedimento de que vejam amigos e familiares.

O abuso financeiro inclui o uso ilegal de dinheiro, propriedade ou ativos de uma pessoa idosa. A negligência envolve a falha no atendimento de suas necessidades básicas, como alimentação, habitação, vestimentas e cuidados médicos. O abuso à saúde é caracterizado por lesões traumáticas e dor, assim como depressão, estresse e ansiedade.


Como denunciar

O Disque 100 recebe denúncias de violações de direitos humanos ocorridas em todo o país e funciona 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados. A ligação é gratuita e pode ser feita de telefone fixo ou móvel.

Outras formas de denunciar: por meio das Unidades Municipais de Saúde; em delegacias; para situações de risco eminente, pelo número 190 da Polícia Militar.